Implementação de sistema PDV

Se você está lendo essa página, já percebeu a necessidade de implementar um sistema de gestão de ponto de venda (PDV) na sua loja. Entendeu as vantagens de fazer o Gerenciamento de sua loja graças à informática? Decidiu largar o caderno / lápis e otimizar suas rotinas de gestão? Parabens, acabou de fazer um grande passo pela frente! Agora precisa de um consultor que se encarrega de implementar o sistema de loja dentro do seu estabelecimento.

Sistema PDV em Curitiba

Mesmo querendo ser otimista, admito como profissional conhecer comerciantes que não querem pagar nada para usar um sistema PDV. Pessoalmente eu já trabalhei com plataformas de gestão de loja que têm alguns anos de vida, mas que ainda podem ser utilizadas. Seria o caso em lojas com poucas SKU*. Por exemplo uma loja com 30 SKU nem precisa de sistema de ponto de venda, pode até usar o bom velho caderno / lápis.

* SKU significa Stock Keeping Unit, em português Unidade de Manutenção de Estoque. Cada SKU é um identificador único de produto e é utilizado para gerenciar o produto dentro do PDV.

Como qualquer um, gosto de mandar e receber elogio, por isso quero elogiar os comerciantes que entendem da necessidade de implementação de sistema para gerenciar seu comércio e estão prontos para investir em material, sistema e consultoria de implementação. Mas ainda existe quem não entendeu essa necessidade de investimento! Na minha opinião, a base de muitas deficiências que o pequeno varejo enfrenta no Brasil está em um conceito que foi compreendido de maneira errônea: o chamado "software gratuito".

Todo sistema de gestão de loja precisa ser implementado. Significa modificar as rotinas comerciais e financeiras previamente utilizadas dentro do estabelecimento. Por exemplo, o gerente de loja deixa de anotar em um caderno o nome / celular / email do Cliente que ele quer fidelizar: ele digitaliza esses dados diretamente dentro do sistema PDV. Em momento de promoção, além de telefonar pessoalmente para os 50 Clientes fidelizados, ele utilizará o sistema de gerenciamento para mandar 1.500 emails para os Clientes cadastrados. Para isso, o gerente deve ser treinado e capacitado em usar o sistema.

Comprar um sistema computadorizado pronto é MUITO melhor que ter que investir em pesquisa e desenvolvimento (P&D) para criar um sistema próprio feito sob medida (taylor-made) como as grandes multinacionais precisam fazer. No pequeno varejo, o lojista tem a chance de poder utilizar o trabalho já pronto de profissionais qualificados. São eles:

  • Programadores de softwares de soluções gerenciais,
  • Consultores em implementação de sistemas para PDV

A falta de empresas sérias e de profissionais não pode ser usada como desculpa pelos lojistas. É verdade que existem lojistas que pagaram caro (às vezes até R$ 10.000) para empresas de desenvolvimento de softwares, por sistemas que nunca foram entregues. Muitos desenvolvedores querem vender um sistema para lojas, sem se preocupar se elas terão condições de gerenciar o uso do sistema. Há vezes a empresa de softwares entrega um sistema padrão, sem qualquer conexão com o negócio em questão (restaurante? loja de roupas? oficina de concerto de rodas?).

Nesse exato momento, o papel do consultor de varejo é imprescindível. Primeiro o Consultor de varejo conhece o Lojista, com o qual ele já trabalha com organização do espaço de venda, com treinamento de vendedores, ou com diagnóstico de desempenho de atendente. Por esse motivo o consultor tem plena condição de fazer um levantamento objetivo das necessidades da loja, pensando no sistema mais adaptado para automatizar as rotinas comerciais. Segundo, o consultor ganha com a Implementação de sistema, então não tem interesse em empurrar qualquer sistema inadequado.

Infelizmente a situação não muda, muitos lojistas ainda acham que o importante é na escolha do sistema (existem centenas!). Eles estão errados, na realidade é o sucesso da implementação na loja que irá definir se deu certo ou não. Essa postura do lojista de focar no sistema e não na implementação pode parecer vantajosa no momento – se o lojista quer um sistema de automação comercial, é obrigação dele saber se o negócio é bom ou não. Só que todos perdem no longo prazo, principalmente o comerciante que escolheu um sistema não adequado tipo software gratuito ou que ele não soube implementar dentro da loja.

O Brasileiro não tem cultura de planejamento e pensa que fazer plano de negócios é perder seu tempo. Ao invés de incluir um sistema de gestão no investimento inicial da abertura da loja e contratar um consultor em implementação para Instalar o sistema, Treinar e capacitar os vendedores e oferecer Suporte Técnico dos sistemas de PDV, o novo empreendedor brasileiro conta com a sorte e deixa para depois. No hora sente alívio de não ter que gastar, só que mais na frente deixa de gerar receita! Sua primeira loja naufragou? A segunda também? Quem sabe ele aprende e implementa um sistema de gerenciamento AGORA!

Estamos nessa situação: por economia e por falta de esclarecimento, o lojista prefere ficar com a loja deficiente por falta de gerenciamento, mas com um custo fixo menor. O comerciante vê o que não gasta, mas não percebe o que ele deixa de receber. Os desenvolvedores de softwares de gestão também não investiram em suporte especializado, não contrataram consultores em implementação de sistema. O que as empresas médias e grandes estão fazendo, contratando consultores SAP ou outros sistemas ERP, não parece chegar até o pequeno varejo!

Como consultor de varejo, sou testimunha que a maioria dos problemas são clássicos e podem ser resolvidos facilmente, com pequenos ajustes e otimizações. Minha taxa horária é perfeitamente compatível com o orçamento dos lojistas. Basta entrar em contato comigo para solicitar um orçamento de implantação de sistema para seu comércio.

A cultura do jeitinho impera na implementação de sistema de gestão. O lojista acha que pode encontrar tudo o que ele quer na Internet, basta copiar e se virar com o que vem. Aqui não acontece nem um, nem outro: com download gratuito apenas se encontra sistemas gerenciais desatualizados cheios de vírus, e o lojista de maneira alguma consegue se virar com isso. Por isso o caminho certo é pedir uma diagnóstico de consultoria a um consultor empresarial, que irá definir o sistema de gestão mais adequado para gerar sua loja; em seguida ele irá implementar, capacitar e dar suporte ao sistema que ele implementou. Esse é o caminho!

Consulte outros artigos sobre varejo e compartilhe essa página nas suas redes sociais:

Twitter Compartilhe no Twitter
Facebook Compartilhe no Facebook.
Linkedin Me procure no Linkedin.
Foursquare Também uso o Foursquare.
Slideshare Também uso o Slideshare.
Scribd Também uso o Scribd.

Permalink: 

Diversos

Varejo Fale comigo Empresas Livros BizAgi BPM Modeler

Consultoria

Sua empresa cresceu ultimamente et você não consegue mais controlar os custos? Implemente as metodologias TCM, BPA, CRM e WPM!

Contato

Meu serviço de consultoria em Softwares de Gestão & Processos de Negócio atende as Pequenas e Médias Empresas da Região metropolitana de Curitiba, Paraná.

Telefone: (41) 3015-0705
Celular: (41) 9 9135-3323 VIVO
E-mail: Contato